Portal Terapia Espiritualista 
Previsões eram feitas com ossos de animais
Previsões eram feitas com ossos de animais

Previsões eram feitas com ossos de animais

Por mais que alguns não acreditem, é tentador saber o que o futuro nos reserva. O que muita gente não imagina é que essa prática vem de muitíssimo tempo atrás e as previsões eram feitas das maneiras mais curiosas que possamos imaginar. Alguém já pensou em previsões feitas por meio de ossos?

Na Mesopotâmia e na África primitiva as pessoas mentalizavam as questões e atiravam ossos para obterem respostas sobre o futuro. Por volta do ano 1.400 A.C., os gregos e os egípcios aperfeiçoaram a técnica, dando origem à Astragalomância. O nome surgiu da junção dos termos “astrágalos” (articulações dos ossos de um animal) e “mancia” (adivinhação).

No início, os ossos eram marcados com pontos e letras, depois a técnica evoluiu e os ossos foram sendo trabalhados e se tornaram muito semelhantes aos dados atuais. Este sistema de previsão está explicado em livros medievais: eram usados os dados e uma placa com as previsões escritas, relacionadas aos possíveis números que se formassem. O primeiro passo era atirar os dados e somar os números que saíssem. O resultado dessa soma era o número que deveria ser lido como previsão na placa.

Há quem diga que os ciganos e os piratas sempre tinham seus “dados” nos bolsos para fazerem previsões e assim, tomarem as decisões corretas. Os ciganos foram os responsáveis pela difusão deste tipo de previsão em várias partes do mundo.

As previsões com dados têm caráter rápido, objetivo e prático para se obter respostas. Há quem diga que os dados são mais antigos que o Tarot. Enfim, não importa a maneira como são feitas. As previsões passaram por muitas técnicas de aperfeiçoamento, mas sempre despertaram e continuam despertando o interesse do homem.

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
4